Psicoembriologia

PSICOEMBRIOLOGIA

O que é Psicoembriologia?

A psicoembriologia foi desenvolvida pelo professor e psicanalista brasileiro Wilson de Almeida Ribeiro na década de 1960, com o propósito de evitar as dores do parto, tão difundidas e temidas pelas futuras mamães. Ele contribuiu de forma expressiva com a psicanálise ao estudar a vida intrauterina, pois através de pesquisas, observações e experiências de cunho científico, conseguiu provar que é possível evitar a formação de traumas psíquicos e crenças limitadoras desde a vida intrauterina utilizando-se de diversas técnicas.

O que faz um Psicoembriólogo?

Orienta as mulheres que querem engravidar e as gestantes sobre como podem dirigir sua gestação do período pré-natal até o perinatal através de técnicas que auxiliam os pais a trazerem ao mundo bebês saudáveis.

Os bebês estão ligados à sua mãe através do cordão umbilical onde recebem nutrientes e oxigênio através das trocas sanguíneas e são expostos a todos os tipos de sentimentos e emoções, tanto as positivas como amor, segurança, alegria, e as negativas como medo, tristeza e estresse que a futura mamãe pode passar durante a gestação.

Bebe Cristina Santis psicanálise e psicoembriologia

O bebê recebe as mesmas emoções da mãe, porém, diferentemente dela, que sabe os motivos que causaram aquela emoção, o bebê não sabe.

As técnicas da psicoembriologia estimulam o bebê desde a vida intrauterina a interagir com o mundo externo e a dar significado através da linguagem a estes sentimentos e emoções positivas ou negativas vivenciadas por ele por intermédio da sua mãe e que, possivelmente, afetarão sobremaneira no seu desenvolvimento psíquico e físico.

Assim como a semente de uma árvore contém toda a energia concentrada para o seu desenvolvimento, um embrião é um sucesso em potencial, e a psicoembriologia pode possibilitar este despertar para uma vida física e emocional equilibrada.

Cristina Santis; Psicanalista; psicoembriologa; gravida; gravidez; gestação, mãe; pai, baby; bebe; neném; amor; analise; terapia;

Quando procurar um Psicoembriólogo?

A partir do momento em que os pais estão planejando ter um bebê ou assim que descobrem que estão “grávidos”.

Quanto tempo demora o tratamento e como funciona?

O tratamento segue durante toda a gestação e após o nascimento até o bebê completar 3 anos de idade.

O psicoembriólogo irá auxiliar a mãe a remover informações negativas herdadas ou adquiridas que possam influenciar no período de gestação e conectar mentalmente a mãe com o bebê, pois fisicamente já estão conectados.

Durante as sessões são realizados relaxamento promovido através de técnicas como a calatonia, a musicoterapia, exercícios respiratórios, entre outros e que tranquilizam o físico e o mental da gestante, permitindo a limpeza de informações negativas e condicionamentos herdados, dessa maneira, não transmitidos ao filho.

A futura mamãe aprende a se comunicar com o bebê que está na barriga e este é um momento muito especial, pois aquele bebezinho que ainda é bem pequeno, sente, vê, ouve e responde aos contatos da sua mamãe e dos familiares. Junto com a futura mamãe, é criado um código de comunicação com o bebê.

As sessões são feitas em terapias individuais presenciais ou na casa da gestante (caso tenha algum impedimento de frequentar a clínica), tem a duração de 50 minutos, são semanais e com horário definido. Se o companheiro ou algum familiar quiser participar das sessões de psicoembriologia, será bem-vindo.

Para iniciar as sessões é necessário agendar uma entrevista, através de e-mail ou por telefone.

Qual é o melhor momento para iniciar o tratamento?

O mais cedo possível. A psicoembriologia é preventiva!

Invista em seu bem estar emocional e da sua família!

error: Content is protected !!